Cases de Sucesso
GPRH
IRRIGA
SEBRAE-MG
INMET
ONS
Klabin S/A.
LabGene
Irriga - Informações Técnicas voltar

Sistema de irrigação por aspersão em autopropelido

O sistema de irrigação por aspersão móvel ou autopropelido e movimentado por energia hidráulica, sendo composto por um canhão hidráulico (aspersor canhão), montado sobre uma plataforma, que se desloca sobre o terreno, irrigando-o simultaneamente (Figura 01).

Exige um motor para a propulsão, um aspersor do tipo canhão, uma mangueira de alta pressão (até 500m), um cabo de aço ou um carretel enrolador (dependendo do tipo de movimentação), e uma plataforma para instalação.

Ha basicamente dois tipos de autopropelidos encontrado no mercado, de acordo com seu agente movimentador:

Ø Com movimentação por cabo-de-aço (Figura 02):

O equipamento movimenta-se pelo recolhimento de um cabo-de-aço. É o mais antigo, de menor custo de aquisição, sua principal limitação é a baixa durabilidade da mangueira (Figura 03). Geralmente necessita de maquinário para enrolamento da mangueira após a irrigação no local (Figura 04). 

Figura 01: Aspersor montado sob carrinho

Figura 02: Carretel de cabo de aço

 

 

Figura 03: Mangueira arrastada pelo equipamento

Figura 04: Trator enrolando a mangueira

 

 

Ø Com movimentação por carretel enrrolador:

O equipamento movimenta-se através do recolhimento da própria mangueira de condução da água de irrigação, por um carretel enrolador (Figura 05).É o mais utilizado atualmente,possuindo uma vida útil maior que o outro tipo, pois, a mangueira já vai sendo enrolada e não se arrasta pelo chão (Figura 06);

  
  
Figura 05: Carretel enrolador
Figura 06: Mangueira sendo enrolada pelo carretel
  
Figura 07: Detalhe do deslocamento do equipamento no campo(tracionado por cabo de aço)


Figura 08: Detalhe do deslocamento do equipamento no campo (carretel enrolador)

Ø Principio de funcionamento

A água que é bombeada para a irrigação, movimenta uma turbina, que aciona um sistema de engrenagens promovendo a movimentação da plataforma por recolhimento do cabo-de-aço ou da mangueira pelo carretel enrolador.

É utilizado principalmente para irrigação de pastagens, cana-de-açúcar, pomares e cafezais.

A principal vantagem do sistema é permitir irrigar várias áreas com apenas um equipamento e a facilidade de projetar o sistema.

As desvantagens são o excessivo consumo de energia em função de:

ü Grande perda de carga para promover a movimentação (acionar a turbina )

ü Alta pressão de serviço do canhão hidráulico.

ü Perda de carga promovida pelo grande comprimento da mangueira.

ü O maior inconveniente desse tipo de equipamento é a alta intensidade de aplicação (Ia);

ü É o campeão nacional de consumo de energia;

ü Seu uso tem diminuído no Brasil.